O homem comum tem medo de morrer porque tem medo de mudar. O sábio não tem medo porque sua mente já está morta. Ele não pensa: “eu vivo”. Ele sabe: “há vida”. Nela, não há mudança nem morte. A morte parece ser uma mudança no tempo e no espaço. Quando não há nem tempo nem espaço, como pode haver morte? O sábio já está morto para nome e forma. Como sua perda poderia afetá-lo? O homem no trem viaja de um lugar a outro, mas o homem fora do trem não vai a parte alguma, pois ele não está preso a um destino. Ele não tem um lugar para onde ir, nada a se tornar. Aqueles que fazem planos nascerão para executá-los. Os que não fazem planos não precisam nascer.

Nisargadatta Maharaj

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s