Deixar tudo de lado e apenas agarrar o ‘eu sou’. Basta observar o seu poder, suas agitações, e seus movimentos que criaram o mundo, juntamente com todo esse tumulto e sofrimento. Volte ao ‘eu sou’ e deixe o ‘eu sou’ estar no ‘eu sou’. Assim, ele se torna imóvel e desaparece, e então há paz, pois só existe agora o Absoluto.

Nisargadatta Maharaj

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s