Tudo acontece como tem de acontecer, e, no entanto, nada acontece. Faço o que parece ser necessário. Ao mesmo tempo, sei que nada é necessário, que a própria vida não passa de um faz-de-conta. Nada é feito por mim, tudo simplesmente acontece. Nada espero, nada planejo. Apenas assisto aos acontecimentos, sabendo que são irreais. Há algo imutável, imóvel, inamovível, pétreo, inexpugnável, uma massa sólida de puro Ser-Consciência-Felicidade. Nunca estou fora dela. Nada pode me tirar dela, nenhuma tortura, nenhuma calamidade. Há paz — profunda, imensa, inabalável.

Nisargadatta Maharaj

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s