Com frequência, um cavaleiro, se não deseja ver-se separado do cavalo, é obrigado a conduzi-lo onde este que ir, da mesma maneira o ego tem o hábito de transformar em ação a vontade do id, como se fosse sua própria.

Sigmund Freud