A pessoa é algo muito pequeno, não se pode dizer que exista por si só. Se não for percebida, ela simplesmente não existe. É apenas a sombra da mente, o somatório das lembranças.

Nisargadatta Maharaj

A saída só será encontrada quando você se der total conta da imensa aflição que é sua vida e se revoltar contra ela. […] Tente ser, apenas ser. A palavra fundamental é tentar. A cada dia, reserve tempo suficiente para se sentar em silêncio e tentar — nada mais que tentar — ir além da personalidade, com seus vícios e obsessões. Não pergunte como, é impossível explicar. Apenas continue tentando até conseguir. Se houver perseverança, o fracasso é impossível. O que é maximamente importante é a sinceridade, o comprometimento. Você tem que estar realmente farto de ser a pessoa que é, e, então, dar-se conta da urgente necessidade de se livrar dessa identificação desnecessária como um feixe de lembranças e de hábitos. Essa firme resistência ao desnecessário é o segredo do sucesso.

Nisargadatta Maharaj

Deixar tudo de lado e apenas agarrar o ‘eu sou’. Basta observar o seu poder, suas agitações, e seus movimentos que criaram o mundo, juntamente com todo esse tumulto e sofrimento. Volte ao ‘eu sou’ e deixe o ‘eu sou’ estar no ‘eu sou’. Assim, ele se torna imóvel e desaparece, e então há paz, pois só existe agora o Absoluto.

Nisargadatta Maharaj

O karma é apenas o estoque de energias não despendidas, de desejos não realizados e de medos não compreendidos. Esse estoque é constantemente reabastecido por novos desejos e por novos medos. Não tem que ser assim para sempre. Entenda a causa fundamental de seus medos — estar alienado de si mesmo — e de seus desejos — o anseio por si mesmo — e todo seu karma se dissolverá como um sonho. Entre o céu e a terra, a vida continua. Nada é afetado, apenas os corpos crescem e se deterioraram.

Nisargadatta Maharaj

Sempre que um pensamento, uma emoção, um desejo ou um medo surgirem na sua mente, desvie a atenção. Não estou falando de repressão. Simplesmente recuse-se a dar atenção. Isso não tem nada a ver com esforço. Apenas desvie a atenção, olhe para o intervalo entre os pensamentos, e não para os pensamentos. Quando acontece de caminhar em meio a uma multidão, você não se choca com as pessoas que encontra — você simplesmente abre caminho entre elas. Quando você não oferece resistência, não encontra resistência. Quando se recusa a jogar o jogo, você está fora dele.

Nisargadatta Maharaj

Quando você olha para algo, o que você vê é o Absoluto, mas você imagina que vê uma nuvem ou uma árvore. Aprenda a olhar sem imaginação, a ouvir sem distorção, isso é tudo. Pare de atribuir nomes e formas ao que, essencialmente, é sem nome e sem forma. Dê-se conta de que todos os modos de percepção são subjetivos, que o que é visto, ouvido, tocado ou cheirado, sentido ou pensado, esperado ou imaginado está na mente, e não na realidade, e você então terá paz e será livre de medo.

Nisargadatta Maharaj

O homem comum tem medo de morrer porque tem medo de mudar. O sábio não tem medo porque sua mente já está morta. Ele não pensa: “eu vivo”. Ele sabe: “há vida”. Nela, não há mudança nem morte. A morte parece ser uma mudança no tempo e no espaço. Quando não há nem tempo nem espaço, como pode haver morte? O sábio já está morto para nome e forma. Como sua perda poderia afetá-lo? O homem no trem viaja de um lugar a outro, mas o homem fora do trem não vai a parte alguma, pois ele não está preso a um destino. Ele não tem um lugar para onde ir, nada a se tornar. Aqueles que fazem planos nascerão para executá-los. Os que não fazem planos não precisam nascer.

Nisargadatta Maharaj